Arquivo da categoria ‘carla vendramin sincronicidade conectividade corpo espaço’

Sincronicidade e conectividade
na relação do corpo com o espaço e do corpo com outros corpos.
            Neste workshop os temas sincronicidade e conectividade serão desenvolvidos dentro do estudio e fora dele. O modo de desenvolver estes temas será através de atividades propostas de movimento, que exploram relações entres corpos e relações do corpo no espaço, criando danças curtas.
            As relações de sincronicidade e conectividade entre corpos será explorada através de improvisação em dança, com a elaboração de tarefas específicas para o desenvolvimento de improvisação estruturada.
As tarefas de movimentação englobam:
        Relações de distância entre corpos.
        Criação de movimento a partir de um trabalho em duos onde uma pessoa guia o movimento e outra segue. Os papéis de guia e de seguidor são trocados até que se estabeleça uma relação fluida entre eles.
        Atividades de foco e integração do grupo. Atividades de criação de movimento em grupo através das tarefas propostas.
           
As relações do corpo com o espaço englobam:
        Escolha de um espaço e atividades de criação de movimento que responda à sua arquitetura. Tarefas de movimento sobre forma e linhas que compõem um determinado espaço. Como exemplo: o estúdio com linhas horizontais e verticais e uma forma quadrada ou retangular, uma sacada onde a perspectiva traz outras relações de linhas e forma, uma escadaria onde o corpo irá responder à repetição de linhas e forma, um jardim e  ambientes abertos que trarão estímulo para realizar outras relações do corpo com o espaço.
            As atividades de relações entre corpos e relações do corpo com o espaço serão progressivamente desenvolvidas para serem integradas. As propostas serão inicializadas com atividades dentro do estúdio e após, serão levadas para os espaços externos.  Dentro do tema Sincronicidade e Conectividade, o desafio será de desenvolver um trabalho utilizando as relações de corpos entre si e do corpo no espaço, mas que traga uma perspectiva humana, de relações pessoais contextualizadas no seu ambiente. 
            Esta proposta é centrada na pesquisa que Carla Vendramin vem desenvolvendo desde 2003, com projetos do prêmio Vitae de Dança, Live Art Garden Initiative, InVivo Movement Research e Corpo&Ambiente, e instalação coreográfica (que será realizada em julho de 2011 em Porto Alegre com as bailarinas Julie Cleves e Mickaella Dantas, o qual recebeu financiamento do FUMPROARTE).
            Carla vem estudando e desenvolvendo seu entendimento e técnica pessoal sobre a dança contemporânea e sua pesquisa individual como artista de dança, como também vem desenvolvendo a dança com pessoas com sem deficiências. Carla pesquisou e trabalhou com várias companhias do Reino Unido, como Enthelechy, Amici e Candoco.
           

Carla Vendramin

            Mestre em coreografia pela universidade Middlesex e formada no curso de praticante em dança comunitária pela escola NewVic, Londres 2008. Graduada em fisioterapia pela FEEVALE, Novo Hamburgo 1997. Realizou o curso de treinamento em reabilitação neurológica Conceito Bobath na Clinica Kínisis 1999, e trabalhou nesta clínica entre 2000 e 2001. Também trabalhou como fisioterapêuta na área de reabilitação entre 1997 e 2004 nas clinicas Ortofisio e Fisiovida, na APAE-Viamão e atendendo a pacientes particulares. Carla desenvolve a dança com pessoas com e sem deficiências. Trabalhou na Inglaterra em projetos educacionais do grupo Candoco entre 2005 e 2008, como o Foundation Course in Dance for Students with disabilities, o ADAPT projetc (projeto de integração de estudantes com deficiência na escola URDANG) e o Candoco II (grupo para jovens). Foi assistente de Adam Benjamin em workshop realizado em Yerevan, Armênia em 2007. Desenvolveu um extenso trabalho de dança no centro Markhouse para pessoas com deficiência mental e do aprendizado, foi professora do programa Step into Dance do Royal Academy of Dance onde ministrou aulas de dança na escola West Lea para criancas em educação especial, trabalhou com o Dance Art Foundation em projetos para crianças hospitalizadas. Entre 1990 e 2004 Carla dançou no Grupo Bailarinos Descalços, Grupo Tubo de Ensaio, Domus Grupo de Danças Populares, Domus Grupo de Dança Contemporânea, Artéria Produção de Movimento e Ânima Cia de Dança. Em 2002 foi convidada como coreógrafa residente no American Dance Festival e em 2003 recebeu premiação da Bolsa Vitae de Apoio às Artes. Na Inglaterra atuou como bailarina em produções das coreógrafas Jane Judd e Mônika Malaska, realizou o trabalho coreográfico colaborativo Slanted Views com as bailarinas Julie Cleves e Kimberley Harvey, ao qual deu origem ao Projeto Perspectivas, contemplado com o Prêmio Funproarte/2010. Carla desenvolve trabalhos sobre corpo&ambiente, processos colaborativos e interdisciplinares. Nesta área se destacam: Pacienciapassienciapazciencia (coreografia), Experimento Um Sobre Infinito (workshops de pesquisa), Organismo Vivo (coreografia duracional), Invivo e Live Art Garden Initiative (processos colaborativos interdisciplinares), Bodyweather e Adaptation Residency (residências artísticas).
Conhecer mais:
Anúncios