Apresentações

25/11
Espetáculo | 19h
Pequetitas Coisas Entre Nós mesmos

Grupo X de Improvisação em Dança | com audiodescrição

Pequetitas coisas entre nós mesmos

Onde nossos olhares se cruzam… e vão além?

Em nosso dia a dia vivido e recheado de experiências humanas, pouco a pouco vamos descobrindo detalhes do corpo do outro que nos encantam. Nos jeitos e trejeitos dos movimentos alheios encontramos as possibilidades do diálogo. Trocas de experiências interruptas. Agregamos diversos modos de ser filtrando o que mais nos aproximam, ou quem sabe, o que mais nos afastam. Inspirados e invadidos pelo outro nos tornamos instáveis. O nosso sucesso está em lidar com os desequilíbrios que nos são propostos. Tempo vai, tempo vai, tempo vai… O outro, um mundo de inspiração, de cheiros, sabores e cores…. revelados em nossas memórias elásticas.

Ao final das apresentações serão realizados bate-papos com o público, dialogando sobre os processos de criação e contaminações artistas/platéia, refletindo o fazer dança junto a comunidade.

Grupo X de Improvisação em Dança
Coreógrafos/Intérpretes: Edu O., Viviane Fontoura, Hugo Leonardo, Fafá Daltro
Participação em vídeo: Diane Portella.

——————————————————————————–

17h | Apresentação
As Borboletas | Núcleo VAGAPARA
| Com Audiodescrição

Loucura se refere a esta experiência humana de estar no mundo de uma forma diversa daquela que o homem, ideológica e idealisticamente, considera como normal. E louco é o sujeito destas vivências e destas experiências. (Paulo Amarante, pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz)

A investigação dos limites entre loucura e sanidade, da solidão e do encontro é a matéria-prima do espetáculo de dança As Borboletas, mais novo trabalho do Coletivo Núcleo VAGAPARA, com direção de Paula Lice, dramaturgia de Fábio Costa e interpretação de Lucas Valentim e Thulio Guzman. Inspirada no conto de Caio Fernando Abreu “Uma História de Borboletas”, a montagem foi construída de forma compartilhada com os usuários do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS.

As Borboletas é inspirado no conto Uma História de Borboletas, de Caio Fernando Abreu, que traz a trajetória de um casal que enlouquece silenciosa e solitariamente. O conto traz à tona reflexões sobre a loucura como forma de enxergar e lidar com o mundo. A sensibilidade e a perspectiva poética que o texto abre para leitura da loucura inspirou o grupo de artistas para criar o espetáculo.

Ficha Técnica

Direção: Paula Lice
Dramaturgia: Fábio Costa
Bailarinos: Lucas Valentim e Thúlio Guzman
Direção Musical: Ronei Jorge e Luciano Simas
Iluminação: Márcio Nonato
Figurinos: Soddi
Fotos: Nilson Rocha, João Meirelles e Tiago Lima.

SOBRE O NÚCLEO VAGAPARA

O Núcleo VAGAPARA é um coletivo de artistas cênicos que atuam coletiva e colaborativamente desde 2007 em Salvador. Os 07 integrantes do Núcleo (Isabela Silveira, Jorge Oliveira, Lisa Vietra, Lucas Valentim, Márcio Nonato, Olga Lamas e Paula Lice) têm autonomia para desenvolverem suas atividades nas áreas de dança, teatro, audiovisual, performance, contação de histórias, ações formativas e outras linguagens transversais, seja sozinho, compartilhando-as internamente ou criando colaborativamente com artistas externos ao coletivo. Essa forma de organização é bastante comum e difundida nas áreas de artes visuais e fotografia, mas ainda pode ser considerada uma novidade na área das Cênicas. Optamos por tal estrutura porque ela proporciona não somente uma maior liberdade criativa, des-hierarquiza completamente nossa organização como ainda simplifica bastante as ações de gestão/suporte financeiro do próprio Núcleo. No VAGAPARA podemos explorar as capacidades e interesses particulares de cada integrante a fim de nos manter sempre em atividade, e todo histórico anterior dos integrantes nos serve de material criativo. Porque somos diversos em nossos desejos e formações, e internamente essa heterogeneidade é vista como uma grande virtude, ampliando nosso raio de ação e permitindo trocas criativas constantes entre nós 07.

26/11
Performance | 19:30h
Intento 3257,5: Estela Lapponi |
com audiodescrição

A performance Intento 3257,5, será apresentada como contextualização do processo de investigação do projeto “Corpo Intruso_Zuleika Brit”, que reflete sobre o ser imigrante e por consequência ao que não está convidado, ao que está fora de contexto cultural e ao que está em choque cultural.

A investigação segue em processo e pode ser acompanhada através do blog: http://zuleikabrit.blogspot.com/

——————————————————————————–

27/11
Espetáculo | 17h | PALACETE DAS ARTES RODIN BAHIA
Judite que chorar, mas não consegue! | (Edu O.)
com audiodescrição

*Substituição à altura

Por imprevistos técnicos o espetáculo O Corpo Perturbador será substituido por Judite que chorar, mas não consegue!, amanhã (27), às 17h, no Palacete das Artes Rodin Bahia, no encerramento do 2º Encontro o que é isso? de Dança. Pedimos desculpas pelos transtornos, mas sabemos que é uma substituição à altura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s